por
 em Garuva, Regional
Servidores de Garuva aguardam nova audiência entre sindicato e governo I Foto: Aline Seitenfus

Servidores de Garuva aguardam nova audiência entre sindicato e governo I Foto: Aline Seitenfus

Na tarde de ontem (18/4) diretores do Sinsej reuniram-se com o prefeito de Garuva, Rodrigo David. À noite, foi realizada assembleia com a categoria para repassar as informações e definir os próximos encaminhamentos.

O principal tópico da reunião com Rodrigo foi o projeto que modifica a Previdência dos servidores. A categoria está inserida no INSS e o ex-prefeito, José Chaves, tentou em 2016 aprovar projeto que criaria um regime próprio – uma manobra que só foi impedida com a organização dos trabalhadores.

À tarde, diretores do Sinsej reuniram-se com o prefeito da cidade I Foto: Aline Seitenfus

O prefeito disse ter muitas dúvidas e informou que irá consultar um especialista em previdência antes de tomar uma decisão sobre o projeto. Rodrigo também se comprometeu em marcar uma nova audiência com o sindicato para discutir antes de tomar qualquer decisão referente à previdência e também ao Estatuto da categoria.

Assembleia

Às 19 horas os servidores realizaram assembleia e deliberaram sobre a resposta do prefeito. Foi encaminhado que a categoria irá aguardar até a próxima audiência com o governo. Os trabalhadores esperam também que o prefeito negocie os demais pontos da pauta de reivindicações.

Previdência em risco

O governo Temer busca aprovar o mais breve possível a Reforma da Previdência. A proposta de emenda à constituição (PEC) irá destruir o atual sistema previdenciário, colocando fim à aposentadoria especial, aumentando a idade mínima para homens e mulheres em 65 anos e para 49 de contribuição. Os servidores também serão afetados.

O presidente do sindicato, Ulrich Beathalter, alertou para os riscos ainda maiores em alterar o regime da previdência dos servidores de Garuva. Segundo Ulrich, no momento é necessária a luta nacional contra essa PEC.

Deixe um comentário