por
 em Joinville
Subprefeitura Sul - foto Francine Hellmann

Movimento iniciado na Sub Sul está motivando mais trabalhadores a denunciarem condições precárias I Foto: Francine Hellmann

Servidores das subprefeituras Sul, Leste, Oeste e Nordeste de Joinville continuam com seus trabalhos suspensos por falta de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs). No início da tarde de hoje (30/8), a Prefeitura entrou em contato com o Sinsej agendando reunião para esta quinta-feira, às 11 horas. A paralisação começou na segunda-feira, na Sub Sul. Neste dia, os trabalhadores foram até a Prefeitura e o secretário de Governo, Afonso Fraiz, prometeu uma resposta às demandas em 48 horas. Em declaração à imprensa, o município já admitiu a falta de EPIs.

Os funcionários do setor de obras relatam que não receberam uniformes nem uma vez neste governo e que estão em falta ainda luvas, perneiras, óculos de proteção, capacetes, entre outros itens. O trabalho sem estes equipamentos coloca a vida dos servidores em risco.

Horto Florestal

O exemplo da Sub Sul tem motivado mais trabalhadores a manifestarem-se sobre a situação em suas unidades. Ontem, servidores do Horto Florestal – que cuidam do Parque Zoobotânico, de animais e da jardinagem em toda a cidade – também procuraram o sindicato.

De acordo com eles, neste local há profissionais que não recebem uniformes há quatro anos. Faltam óculos de proteção, protetor auricular, luva, repelente, chapéu, colete salva-vidas, entre outros equipamentos. O protetor solar, indispensável para a atividade desenvolvida por eles, está sendo utilizado com data de validade vencida. Materiais de limpeza para a higienização do ambiente dos animais não estão sendo repostos. Outro problema grave é a falta de pessoal e de equipamentos de trabalho.

A partir de amanhã, os servidores do Horto podem aderir ao movimento iniciado pela Subprefeitura Sul da cidade.

Deixe um comentário