por
 em Joinville

Reunião-CEI-jornal
O Sinsej promoverá um encontro com os profissionais de CEIs no dia 30 de agosto, às 19 horas, no auditório do sindicato, para discutir a falta de professores nas unidades de educação infantil. Esta situação vem se agravando e se arrastando por meses, sem que a Prefeitura tome providências.

Exemplo disso é o CEI Namir Alfredo Zattar, que atende 350 crianças, do Aventureiro, bairro mais populoso da cidade. Os trabalhadores da unidade relatam que a falta de profissionais, sete ao todo, leva as professoras do apoio pedagógico a assumir salas de aula, o que coloca estas servidoras em desvio de função, prejudica toda a dinâmica e a qualidade do serviço. A unidade também está sem auxiliar de inclusão e auxiliar de direção.

Isso fez com que os servidores do CEI decidissem agir. Eles protocolaram abaixo-assinado, antes do recesso escolar, na Secretaria de Educação, exigindo resposta da Prefeitura. Até o retorno das aulas, em 31 de julho, nada foi feito para resolver o problema.

A carência de trabalhadores no serviço público é geral. Falta profissional em todas as áreas – saúde, educação, obras, assistência social. Isso gera consequências graves. Cada trabalhador que falta representa dezenas ou até centenas de pessoas que deixam de ser atendidas, além de sobrecarregar aqueles servidores que têm que trabalhar em dobro, em prejuízo da sua saúde e do atendimento adequado.

O Sinsej acompanha essa situação e solicita que todos os servidores denunciem a falta de profissionais, mobilizando-se em defesa do serviço público e gratuito para todos.

Deixe um comentário