por
 em Joinville
Cerca de 90% dos servidores lotados nos PAs estão em greve | Foto: Francine Hellmann

Cerca de 90% dos servidores lotados nos PAs estão em greve | Foto: Francine Hellmann

Os servidores dos Pronto Atendimentos (PAs) de Joinville chegam hoje (20/12) ao décimo dia de greve. Pela manhã o prefeito Udo Döhler recebeu os diretores do sindicato e representantes de unidades. No entanto, apenas reafirmou que a Prefeitura já tem uma decisão tomada e não quer conversar sobre o assunto. Diante disso, os servidores decidiram continuar paralisados.

Milhares de joinvilenses estão com o serviço de atendimento à saúde comprometido e os trabalhadores seguem sem respostas. Para o Sinsej, esta é uma situação inadmissível, que demonstra a falta de preocupação da Prefeitura com a população. Quase 90% dos servidores lotados nos PAs estão paralisados. Na assembleia que aconteceu no Sinsej, participaram aproximadamente 50 pessoas.

Prefeito não quer conversar sobre o assunto | Foto: Francine Hellmann

Prefeito não quer conversar sobre o assunto | Foto: Francine Hellmann

Os trabalhadores dos PAs desejam voltar a atender à comunidade o quanto antes, mas exigem que suas reivindicações sejam ouvidas. Eles pedem melhorias nas condições de trabalho e compensação financeira por trabalharem durante o recesso de fim de ano.

 

 

 

Comentários
  • Alexandre Duarte Baumer
    Responder

    Parabéns ao sindicato pela postura.Chegou a hora de enfrentarmos os problemas de frente!Trabalhar no Natal,na virada do ano e nos dias de recesso sem o mínimo de reconhecimento é um absurdo!Agora vamos até o fim!!!

Deixe um comentário