por
 em Joinville
PAs paralisados e prefeito não atende reivindicações | Fotos: Aline Seitenfus

PAs paralisados e prefeito não atende reivindicações | Fotos: Aline Seitenfus

A greve dos servidores que trabalham no recesso continua e o governo ainda não ofereceu uma proposta que contemple as necessidades dos trabalhadores. Um novo ofício foi encaminhado hoje (21/12), ao Executivo, relembrando os principais pedidos. São eles: a solução para falta de segurança, materiais e profissionais nos PAs, o comprometimento real do governo em aumentar a gratificação paga a estes profissionais e o pagamento de abono por trabalharem durante o final de ano.

Udo Döhler tem se mostrado impassível em resolver essas questões de interesse dos servidores e de toda a comunidade. Há 11 dias os trabalhadores buscam negociar e resolver a situação, porém o prefeito recebe o sindicato somente para dizer que não aceita discutir este assunto. Com isso, padece quem trabalha e quem precisa do atendimento público.

Os PAs estão paralisados, com 90% dos funcionários em greve. Os servidores querem voltar ao trabalho, mas exigem o atendimento das reivindicações que vão melhorar a rotina de trabalho e o serviço prestado à comunidade.

Exibindo 3 comentários
  • maria da graça
    Responder

    esse prefeito deveria responder pela sua incompetência de governar várias são suas demandas bem como a buracama que deparamos na cidade onde há ruas que estão como uma colcha de retalhos . A saúde que tanto ele resolveu dizer em suas campanhas que tudo se resolvia está uma porcaria tudo sucateado desde o setor de medicamentos como na mão de obra , não há muita coisa há fazer pois esse homem assim como Hittler resolveu massacrar o povo esse povo que confiou nele , que achou que ele tendo condições financeiras iria fazer um bom governo ,povo sem sabedoria , prefeito que de uma maneira ou de outra rouba nossa auto estima tirando-nos direitos adquiridos e como um réptil arrasta consigo nossa dignidade

  • Leandro
    Responder

    Alguém pode me informar quando vai voltar ao normal o atendimento

    • Sinsej
      Responder

      Olá, Leandro
      Os servidores aguardam o prefeito reabrir negociações.

Deixe um comentário