por
 em Joinville

Na quinta-feira (1/2), às 19 horas, os servidores da Educação participam de assembleia no Sinsej para deliberar sobre início de greve. A mobilização iniciou no final do ano passado, quando a Prefeitura anunciou o Calendário Escolar 2018. De forma arbitrária, o governo estendeu a jornada dos profissionais das unidades escolares e reduziu o tempo de recesso de toda a categoria.

Diante de mais este ataque, todos os servidores são chamados a participar da assembleia para ajudar a decidir os próximos encaminhamentos. Os trabalhadores já estão sobrecarregados. Falta estrutura, materiais básicos e funcionários. A preocupação da Prefeitura não está na qualidade do trabalho ofertado, mas em aumentar a jornada dos trabalhadores sem conceder as condições e remuneração adequadas para isso.

Participe!

Exibindo 3 comentários
  • Agente administrativo
    Responder

    Como estão essas situações?

    Falta injustificada: o Prefeito informou que o projeto revertendo a falta injustificada da paralisação em 30 de junho foi enviado à CVJ. Assim que for aprovado, os servidores que tiveram desconto em dobro terão o valor descontado a mais ressarcido, bem como a correção nos registros do servidor, para não afetar nenhum outro direito.

    EPI para as cozinheiras: o secretário de Educação informou que os EPIs para as cozinheiras estão em processo de licitação, que deve ser concluído em breve.

    Calendário Escolar 2018: o Sinsej entregou proposta para o secretário de Educação. Uma reunião para discutir o calendário ocorre na próxima semana com Roque Mattei. A proposta do sindicato foi apresentada em assembleia, ontem (22/11) para ser levada à discussão com toda a categoria. Nova assembleia, dia 5 de dezembro, determinará a posição dos servidores frente à resposta da Secretaria de Educação.

    Reposição de horas de greve: alguns servidores não estão conseguindo repor as horas paralisadas. O governo informou que alertará que a reposição deve ser discutida diretamente entre as chefias imediatas e os trabalhadores, sem burocracias e sem empecilhos. Os dias para reposição são 28/9, 2, 3 e 4/10.

    Além disso, Udo Döhler se comprometeu em verificar assuntos mais pontuais, como os descontos gerados pelo ponto biométrico, problemas no pagamento de algumas gratificações, desvios de condutas de chefias (assédio moral).

  • Agente administrativo
    Responder

    Agente administrativo das escolas / Agente administrativo da Prefeitura.

    Voce recebe salário menor do que seu colega de trabalho e acha que as tarefas são idênticas e deveria receber o mesmo salário ? Pois bem, fique atento porque a regra inserida na CLT quanto a equiparação salarial entre empregados de uma mesma empresa será alterada com a reforma trabalhista.

    Na regra atual, para fazer jus ao mesmo salário, o empregado deve exercer a mesma função de seu colega de trabalho, trabalhar com igual valor, ou seja, com a mesma perfeição técnica e igual produtividade, exercer seu mister na mesma localidade, e não ter diferença de tempo de serviço superior a 2 anos.

  • Servidor da educação
    Responder

    Atenção servidor da educação.
    Tentando evitar a greve.

    Aviso.

    Dia 31 de janeiro, os servidores da Secretaria da Educação vão receber a antecipação de 20 dias de salário do mês de janeiro e um terço das férias.
    Mas atenção, quem possui empréstimo consignado deve verificar a sua folha de pagamento de janeiro. Caso não identifique a quitação total da parcela, deve procurar a instituição financeira para fazer o pagamento do restante.

    Bom retorno ao trabalho!
    Secretaria da Educação

Deixe um comentário