por
 em Blog

A Prefeitura está tentando extinguir 36 cargos na estrutura do município. Destes, 26 são do Hospital São José. Entre eles, há importantes funções, como mecânico, agente operacional, administrador, técnico em radioterapia, telefonista e farmacêutico bioquímico. O trabalho para estes tipos de profissionais continua existindo. No entanto, ao excluir os cargos, o governo está dizendo que não haverá mais servidores desempenhando estas funções. No lugar de profissionais concursados, serão colocados trabalhadores terceirizados, com salários extremamente baixos e subordinados a empresas privadas, que lucram com as necessidades mais básicas da população.

A ideia de que terceirizar é mais eficiente e barato é um mito, que só beneficia as empresas contratadas – cuja propriedade normalmente é dos amigos do governo. O raciocínio básico é que, sem a empresa atravessadora, não há necessidade de lucro.

Prova disso é a Fábrica de Artefatos de Cimento de Joinville, que é totalmente municipal e cuja mão de obra é de servidores contratados. Mesmo operando com total abandono da Prefeitura, com máquinas ultrapassadas e sem manutenção, o local produz tubos de qualidade com valor 40% abaixo do custo de mercado. Esta informação é do próprio prefeito Udo Döhler, repassada ao sindicato em uma mesa de negociação. No entanto, o município continua comprando a maior parte dos tubos utilizados de empresas privadas.

Na educação infantil, em 2016 e 2017 foram gastos cerca de R$ 16 milhões por ano com a compra de vagas em instituições privadas, segundo documentos disponíveis no Portal da Transparência. Se esse montante fosse investido na construção de Centros de Educação Infantis (CEIs), Joinville teria seis ou até sete unidades a mais por ano. Somam-se a isso as concessões feitas às empreiteiras. Em setembro do ano passado, o jornal A Notícia publicou uma matéria denunciando que os aditivos (custos a mais do que o orçamento apresentado) concedidos na construção de sete CEIs somavam R$ 2,2 milhões. Com este valor, poderia ser construída mais uma unidade.

Para citar apenas alguns exemplos, situações semelhantes ocorrem na saúde, com a compra de exames em laboratório privado da cidade; em todas as subprefeituras, com trabalhos que poderiam ser feitos por servidores diretos sendo desempenhados por empreiteiras terceirizadas; na iluminação pública, que chegou a deixar a cidade às escuras por judicialização das licitações; no asfalto, que a Prefeitura de Joinville já contou com produção própria; e na oficina do município, onde há dezenas de máquinas paradas por falta de peças simples.

Ipreville

Outro problema com a terceirização na Prefeitura é o Ipreville. Desde 2010, o quadro de servidores permanece praticamente o mesmo, o que tem contribuído em grande medida para o aumento do déficit atuarial do Instituto. Com a extinção progressiva de cargos e terceirização de serviços, os novos profissionais irão contribuir para o INSS, aumentando o valor que faltará para pagar os segurados no futuro.

Somadas, as dívidas da Prefeitura com o Ipreville, com o déficit atuarial e com o parcelamento das cotas patronais ordinárias, já somam quase R$ 1 bilhão. Isso não pode ser bom nem para o Instituto, que corre um sério risco de não receber os valores, nem para o município, que paga em juros o que poderia estar sendo investido em serviços públicos.

Comentários
  • MARCELO
    Responder

    é um exemplo de má gestão desses governantes sem moral e hipócritas,em garuva o ex prefeito josé chaves foi uma calamidade na gestão pública,prometeu mundo e fundos ,mas na verdade o que deixou foi as terceirizadas mamando na teta da prefeitura ,com a terceirização da coleta de lixo ,serviços gerais .atendentes de postos de saúde e upa,onibus ,entre outras classes,e um elefante branco a delegacia construida no meio do mato que se encontra abandonada na av. celso ramos quase em frente o mercado vilinho em garuva,fora o desrespeito com os servidores.hoje permanece a herança maldita de um governo fracassado que gasta todo dinheiro com as terceirizadas ,gastando muito pouco com o povo da cidade,por isso vemos praças abandonadas e sem nenhum tipo de lazer importante para a cidade, teatro ,música ,entre outros atrativos para o cidadão não existe,porque o ex prefeito de fala mansa que agradava os ouvidos dos cologionários deu o golpe do baú e as falácias e acabou a gestão como um bom mentiroso,sem contar o outro elefante fantasma que foi o CAT(CENTRO DE ATENDIMENTO AO TURISTA).que não existe na cidade,o terreno compraram por mais de um milhão de reais,mais uma pérola do chavismo,um terreno inútil sem entrada e sem saída a auto pista não libera nem entrada e nem saída e tá abandonado foi comprado bem na campanha do ex governador de sc ,meio suspeito não?rss ,esses não perdem tempo,esse terreno é o antigo BEM BEM QUE ERA ANTIGAMENTE COMO UMA RODOVIÁRIA DE GARUVA FICA AS MARGENS DA 101 NO TREVO DE GARUVA SENTIDO JOINVILLE LADO DIREITO 500 METROS ANTES DO TREVO DE GARUVA-SC.O BRASIL PERDE MUITO COM POLÍTICOS IMCOPETENTES SEM COMPROMISSO COM A CIDADE QUE ADMINISTRA E SEM NOÇÃO DA REALIDADE DE CADA MUNICÍPIO.OS GESTORES ESTÃO PREOCUPADOS SOMENTE COM A SUA PROLE E ALIADOS,DEIXANDO DE LADO A SOCIEDADE QUE É A PARTE FUNDAMENTAL POR EXISTIR A DEMOCRACIA E OS SERVIÇOS PÚBLICOS,OS GOVERNANTES DESSE PAÍS NÃO SÃO HUMANOS ,NÃO FREQUENTAM POSTOS DE SAÚDE E NEM HOSPITAIS PÚBLICOS,QUANDO FICAM DOENTES VÃO PARA O PARTICULAR,EU NÃO ACREDITO EM NEM UMA PALAVRA DESSES VORAZES QUE EM CAMPANHA VENDEMA MENTIRA COMO META PARA CHEGAR AO PODER E DEPOIS FAZEM DESCASO COM A SOCIEDADE.PROMESSAS DE CAMPANHA EM PALANQUE DEVERIA SER FILMADO PELO TRE E O TSE E SERVIR COMO DOCUMENTO FUNDAMENTAL REGISTRADO EM TODAS AS ESFERAS E O CANDIDATO QUE NÃO CUMPRISSE O QUE PROMETEU DEVERIA IR PARA A CADEIA SEM FIANÇA COMO CRIME EDIONDO,E AINDA PAGAR TUDO O QUE PROMETEU NO PALANQUE PARA A SOCIEDADE,ALIENANDO TODOS OS SEUS BENS INCLUSIVE DE ESPOSA E FILHOS.NÃO TENHO NADA CONTRA QUALQUER PESSOA ,MAS SIM CONTRA OS POLÍTICOS MENTIROSOS,O MEU DESABAFO É POR UM PAÍS ONDE OS GOVERNANTES SEJAM PUNIDOS EXEMPLARMENTE,POR QUE OS TRIBUNAIS DE CONTAS SÃO MERAMENTE INDICAÇÕES POLÍTICAS PARTIDÁRIAS E NÃO ESTÃO NEM AI PARA A SOCIEDADE COMO UM TODO.

Deixe um comentário