por
 em Destaque, Joinville
DSC_0021

Próxima reunião com a Prefeitura acontece nessa quinta (3/5) | Foto: Kályta Morgana de Lima

Na manhã de hoje (26/4), a Prefeitura recebeu os diretores do Sinsej para a primeira rodada de negociações da Campanha Salarial 2018. A reunião terminou sem avanços e o prefeito reagendou uma nova discussão para a próxima quinta-feira (3/5), mesmo dia da assembleia dos servidores.

O prefeito Udo foi categórico ao excluir da discussão as cláusulas econômicas da Pauta, já no início da reunião. Ele preferiu analisar apenas as reivindicações sociais e, ainda assim, desconsiderou todas elas. Essa atitude demonstra sua disposição em não discutir qualquer avanço que melhore a qualidade de vida dos servidores. Pelo contrário, anunciou a intenção de reeditar a portaria que suspende a licença prêmio, o abono natalino e a venda dos 10 dias de férias dos servidores. Esse é o presente que Udo Döhler reserva para a categoria no dia dos trabalhadores, data comemorada na próxima terça-feira (1º/5).

Uma coisa é certa, quem pode fazer a diferença nessa Campanha Salarial é o próprio servidor, consciente e com disposição de luta. Somente a mobilização e a organização da categoria arrancarão conquistas este ano.

Participe da próxima assembleia: 3/5, 19 horas, Auditório do Sinsej.

Saiba como foram as outras reuniões de negociação:

Udo Döhler segue negando todas as reivindicações dos servidores

Terceira reunião de negociação: o prefeito vive em uma bolha

Exibindo 4 comentários
  • Anônimo
    Responder

    Como está a ação sobre a licença prêmio do Sinsej na justiça? Não temos acesso ao processo no site do TJ, a última notícia lá é que o processo mudou de vara. O que isso quer dizer?

    • Sinsej
      Responder

      Olá,

      Não há nenhuma novidade. Os autos do processo encontram-se “na mesa do juiz” aguardando decisão. Abraço!

  • hostin
    Responder

    Este alemon e louco.Reelegeram aguentem não votem em ninguem do PMD

  • Silvia
    Responder

    E podem se preparar pq ele vai querer acabar com o resto de beneficios que nós temos. Ele quer deixar o servidor municipal na M….

Deixe um comentário