A juíza de direito Viviane Isabel Daniel Speck De Souza deu parecer favorável à ação movida pelo Sinsej contra o presidente e tesoureiro da entidade na gestão 2007-2010. Conforme a decisão em primeira instância, os membros da antiga direção devem ressarcir para entidade sindical o valor referente R$ 6.043,59 – que foram declarados, mas não constavam no caixa do sindicato.

Ao tomar posse em 2010, a atual direção do Sinsej constatou uma série de irregularidades financeiras na entidade. Diante disso, foi feita uma auditoria para se chegar a um resultado exato da situação. Um relatório fiscal apontou as irregularidades e diversas ações judiciais foram movidas contra a direção que comandou o sindicato na gestão 2007-2010.

Apesar de caber recurso, a atual direção do sindicato considera essa decisão uma vitória importante, pois representa a preservação do patrimônio da entidade.

Deixe um comentário