DSC_0043

Categoria aprovou proposta de calendário | Foto: Kályta Morgana de Lima

Na noite de ontem (13/11) os servidores do magistério reuniram-se no Sinsej para discutir o Calendário Escolar 2019. Na oportunidade foi discutido também sobre a Reforma da Previdência e a Lei da Mordaça (Escola Sem Partido), que estão avançando no país.

 A diretora Mara iniciou a atividade apresentando uma proposta de calendário aos presentes. Cada ponto foi discutido e em seguida aprovado por unanimidade. A diretoria protocolou um ofício, com a proposta dos servidores, solicitando à Secretaria da Educação uma audiência para ser discutido sobre o assunto.

Clique aqui para ver a proposta aprovada

 O presidente do Sinsej, Ulrich Beathalter, orientou os trabalhadores a não votarem ou assinarem nas escolas qualquer calendário apresentado pelo governo. “Devemos defender a proposta da categoria”, disse.

 Uma nova assembleia está marcada para o dia 27 de novembro, às 19 horas, no Sinsej. Este é o prazo dado à Secretaria para responder ao ofício. Na assembleia será discutida a resposta dada e os próximos encaminhamentos.

 Converse com seus colegas nas escolas e mobilize sua unidade. É só com organização e luta que a categoria poderá garantir um calendário justo para o próximo ano.

Deixe um comentário