Luta em defesa dos Servidores – Campanha Salarial 2019

Há apenas duas semanas à frente da gestão do Sinsej, a nova direção do sindicato enfrentará a primeira mesa de negociação com o governo de Joinville nesta quinta-feira 02/5. Além das pautas aprovadas pela categoria, a comissão de negociação terá que negociar o desconto da paralisação de 22 de março. Segundo a Secretaria de Gestão de Pessoas, foi efetuado desconto em folha porque o Sinsej, direção anterior (gestão 2016-2019), não havia comunicado sobre a paralisação antecipadamente, conforme determina a lei.

 Um período marcado pela superação e dedicação de cada diretor eleito

Na primeira semana do mandato da nova direção (gestão 2019-2021), não havia mais funcionários trabalhando no sindicato. Todos haviam sido demitidos pela antiga diretoria. Além disso, arquivos e programas dos computadores do sindicato foram deletados. Para não prejudicar a categoria, a nova direção agilizou o funcionamento do sistema e têm feito pessoalmente o atendimento aos servidores no balcão.

Quando questionados sobre os funcionários da entidade, a informação passada foi de que eles haviam pedido demissão, quando na verdade foram demitidos, inclusive com a indenização do aviso prévio, conforme os documentos comprovam.

Por que não houve diálogo

Já no dia 18 de março, logo após as eleições, a direção eleita, preocupada em garantir o atendimento à categoria e a negociação da campanha salarial, solicitou que fossem feitas reuniões entre as duas diretorias para fazer os repasses de informações e possibilitasse a organização do grupo que assumiria o Sinsej. Apesar das tentativas, ocorreu uma única reunião onde os dados passados foram vazios, incompletos, insuficientes e incompatíveis com a realidade encontrada.

Data-base

Os ataques têm sido intensificados. A Campanha Salarial deste ano estará obrigatoriamente ligada à luta por melhores condições de trabalho e de atendimento no serviço público, bem como contra a Reforma da Previdência.

A situação é grave e requer mobilização da categoria. Nossa luta nesta Data-base apenas começou. É importantíssimo que a categoria se mantenha unida, atenta e pronta para o enfrentamento!

Clique aqui e acesse a pauta completa aprovada pela categoria.

Comentários
  • Darlete Josene Filippi
    Responder

    Que vergonha!!!

Deixe um comentário