Você sabia que a Prefeitura quer terceirizar o atendimento nos Abrigos Casa Viva Rosa e Infanto Juvenil?

Cogita-se até mesmo a ideia de que o prefeito quer fechar esses espaços, repassando essa responsabilidade pra entidades filantrópicas, fugindo de seu compromisso de garantir o atendimento e o acolhimento de mulheres, crianças e adolescentes vítimas de violência e em situação de vulnerabilidade social.

Assista ao apelo feito por servidoras e servidores dos Abrigos, padrinhos e representantes da comunidade e entenda os riscos desta ameaça para sociedade.

Dia 1º (terça-feira) às 19h30 vamos juntos defender a manutenção destes espaços públicos na Audiência Pública promovida pela Câmara de Vereadores, a pedido do Sinsej e do Centro dos Direitos Humanos Maria da Graça Braz. Terceirizar não é a solução!

Deixe um comentário