Presidenta do Sinsej, Jane Becker, faz visita no Hospital Municipal São José

Após cobrança do Sinsej aos secretários de Saúde e de Gestão de Pessoas, exigindo a dispensa de servidores que fazem parte do grupo de risco de contágio da Covid- 19, o secretário de Saúde, Jean Rodrigues, garantiu a liberação desses servidores sem prejudicar licenças e férias. Na quinta-feira (19) a presidenta do Sinsej, Jane Becker, protocolou ofício nas duas secretarias exigindo a dispensa dos servidores que fazem parte do grupo de risco de contágio da Covid-19 (gestantes, pessoas com mais de 60 anos, doentes crônicos ou que coabitem com pessoas nessas condições), mas não tinha obtido resposta.  A garantia só foi possível nesta sexta-feira (20) depois de contato telefônico com o secretário, que também preside o Comitê de Emergência da Covid-19 em Joinville.  Jean afirmou que será feita uma nova portaria com as orientações acima e garantindo  a ampliação do itinerário de transporte dos servidores que atendem serviços essenciais.

 

Servidores recebem capa de chuva no caso da falta de aventais

A conversa com o secretário ocorreu após visita da presidenta, acompanhada da assessora jurídica do Sindicato Andreia Indalêncio, ao Hospital Municipal São José, para averiguar as condições de trabalho dos servidores e realizar reunião com o diretor da unidade, Douglas Machado.  Na visita à  Central de Materiais Esterilizados do Hospital foi constatada falta de materiais imprescindíveis como álcool gel e Clorexidina Alcoólica usada no centro cirúrgico, assim como aventais faltantes estavam sendo substituídos por capas de chuva.  Os servidores resolveram cruzar os braços até receberem materiais adequados.  Isso é um absurdo, pois ainda na segunda-feira (16), durante reunião de negociação da Campanha salarial com o governo, o próprio secretário afirmou que os materiais de higiene e EPIs já estavam sendo encaminhados às unidades.

A presidenta do Sinsej segue visitando outras unidades de atendimento da saúde no município.
Clique na imagem abaixo e leia abaixo o ofício protocolado pelo Sinsej nas secretarias de Saúde e SGP de Joinville.

Exibindo 2 comentários
  • Gomes
    Responder

    Procurei no dicionário, não encontrei palavra “presidenta”. Aurélio está errado?

  • Sueli Garcia
    Responder

    O texto não deixa claro se o afastamento está GARANTIDO para servidores com mais de 60 anos de outras áreas, garante somente os da Saúde.
    Afinal, quais servidores estao resguardados? Qual o período do afastamento? Gentileza responder. Muitas pessoas aguardam retorno.

Deixe um comentário