Assim como a população, os servidores públicos municipais estão sofrendo com o despreparo do governo de Joinville em lidar com a pandemia do Covid-19. Chegam a toda hora, aos diretores do Sinsej, denúncias sobre a falta de materiais de higiene e Equipamentos de Proteção Individual aos servidores, principalmente aos que atuam na saúde no atendimento da população. Diante dessa situação, a direção do Sindicato orienta a todos os servidores da saúde que se sentem ameaçados de contágio por não obterem os EPIs a buscarem, primeiramente, a solução com suas chefias e coordenadores e, caso não sejam atendidos, se recusem a fazer o atendimento notificando as suas coordenações.
O Sinsej exige que a prefeitura dê as condições necessárias para que o serviço público seja prestado com segurança. A vida e a saúde dos servidores importa!

Denúncia é protocolada no Executivo e Legislativo do município, do estado, no MPSC e outros órgãos 
Nesta quarta-feira (18), o Sinsej protocolou denúncia sobre a falta de condições de trabalho referente à prevenção do contágio do Covid- 19 dos servidores de Joinville no Ministério Público de Santa Catarina, na Secretaria da Saúde de Joinville, na Prefeitura Municipal, na Câmara de Vereadores, na ouvidoria do Governo do Estado, no Coren e na OAB.
A denúncia trata da falta de materiais de higiene e EPIs como máscara, avental, álcool gel para quem atende o público, inclusive nas unidades de saúde municipais.

Deixe um comentário