A presença constante do Sindicato em Itapoá tem garantido muitos direitos à categoria, principalmente após a liberação da diretora Camila Dalri, das visitas aos locais de trabalho e da abertura da subsede todos os dias da semana para o atendimento às servidoras e aos servidores. Ainda que em período de isolamento social, a acessibilidade tem aproximado o sindicato das demandas da categoria.

Recentemente, ao percorrer o setor de obras da prefeitura, a direção do Sindicato foi questionada por um trabalhador que, desde a contratação, estava recebendo o adicional de insalubridade bem abaixo do previsto pelo Laudo Técnico das Condições do Ambiente de Trabalho (LTCAT) para a função que exercem. Ainda que o trabalhador tivesse questionado a prefeitura várias vezes sobre a questão, nunca havia tido respostas do governo. A diretora Camila questionou o setor de RH da prefeitura que reconheceu o equívoco, corrigiu o valor da insalubridade de 20% para 40% (conforme o Estatuto do Servidor) e ressarciu o trabalhador retroativo à data da sua admissão. A vitória deste servidor fez com que outros quatro trabalhadores do mesmo setor, estes contratados, também passassem a ter o pagamento da insalubridade compatível com o LTCAT da função, inclusive retroativo ao início do contrato.

Através da capacidade de intervenção da direção do Sinsej e da confiança dos trabalhadores na atual direção foi possível fazer justiça a estes cinco trabalhadores. Somente um Sindicato forte e combatível é capaz de organizar a categoria na luta por direito, valor e respeito. Se você já é sindicalizado, dialogue com seus colegas de trabalho para que fortaleçam a mobilização da categoria se sindicalizando. Se você ainda não é filiado, procure um de nossos diretores ou acesse nosso site www.sinsej.org.br, preencha a ficha de sindicalização e seja também um Servidor em Luta.

Deixe um comentário