Em meio ao isolamento social causado pela pandemia da Covid 19, o prefeito Marlon Neuber quer aprovar na Câmara de Vereadores de Itapoá um projeto de lei que aumenta o valor da alíquota paga pelos servidores, de 11 para 14% sobre os salários e/ou proventos. O projeto de lei ainda não chegou no Legislativo, no entanto o IPESI quer barrar a presença do Sinsej na reunião virtual que está organizando para debater o assunto na quarta-feira, dia 8, às 19 horas, com o apoio da Câmara.

Sindicato quer garantir participação na reunião. Solicitação  é negada

Na quinta-feira, dia 2, a diretora do Sindicato em Itapoá, Camila Dalri, enviou para a direção do Instituto e também para o Legislativo Municipal um ofício solicitando participação na atividade. As respostas aos ofícios chegaram na manhã desta sexta, 3, negando a participação. De acordo com a presidência da Câmara, o evento é de responsabilidade do Ipesi e a diretora do Instituto reforça a negativa.

Em justificativa, na minuta do projeto de lei que já está nas mãos do Conselho e da Diretoria do Instituto, o prefeito alega déficit atuarial nas contas do Regime Próprio de Previdência dos Servidores.
O Sinsej alerta que caso esse déficit atuarial seja real, não é de responsabilidade da categoria, que deve se unir e se organizar junto ao Sindicato para impedir que mais essa conta seja cobrada de quem paga mensalmente a sua parte.

Concurso
A melhor solução para garantir o equilíbrio nas contas e a saúde financeira do Ipesi, como também melhor qualidade nos serviços prestados à população é a realização de um concurso público. Nesse caso, o prefeito pode começar pelo que já possui, inclusive, empresa contratada desde dezembro passado. Veja o link: https://static.fecam.net.br/uploads/752/arquivos/1673543_Contrato_Adm_n119_19Dispensa15_19__Concurso_Publico___SOCIESC.pdf
Servidor, marque sua presença na reunião acessando o link já disponibilizado no site do Ipesi: meet.google.com/mdd-sbrz-okb.
A participação de todos nessa luta pode garantir o futuro da nossa aposentadoria.
Sinsej: Servidor em luta por direito, valor e respeito!

A matéria foi atualizada às 14h10 desta sexta, dia 3, conforme o recebimento das respostas aos ofícios.

Comentários
  • César Luís Dariva Moretti
    Responder

    Mais uma atitude autoritária imposta pelo poder executivo,sem debate com os mais

    interessados que são os servidores e o sindicato,infelizmente!

    A política neoliberal coloca como inimigo, o serviço público querendo privatizar o

    mesmo,reduzindo direitos dos servidores,infelizmente!

Deixe um comentário