Em mais uma sessão no Plenário virtual na noite de segunda-feira (28), os vereadores de Itapoá enrolaram a votação do PLC 009/2020, que aumenta a alíquota de contribuição dos servidores ao Ipesi, de 11 para 14%. Dessa vez foi pela concessão do pedido de vistas do Projeto ao vereador Jefferson Garcia (MDB), que é o quinto vereador a pedir vistas do documento quando está na pauta da votação.
O que chama a atenção é que antes de chegar ao Plenário, o Projeto foi rapidamente aprovado nas comissões sem nenhum longo debate. De nada adianta querer enrolar os servidores. Por que não assumem de vez sua responsabilidade com os servidores votando contra o Projeto?

Sinsej cobra arquivamento da proposta
Desde julho, quando o PLC de autoria do prefeito Marlon Neuber (PR), começou a tramitar em regime de urgência no Legislativo, o Sinsej luta pela rejeição e arquivamento da proposta. Além de cobrar transparência nas contas do Ipesi, o Sindicato já apresentou alternativas para resolver o déficit causado pela dívida da Prefeitura junto ao órgão. Uma delas e a mais justa é o próprio Executivo pagar essa conta que vem se arrastando desde 2003, seja parcelando ou majorando a sua alíquota de contribuição para 22%, como acontece em diversos outros municípios, ou ainda promovendo concurso público.
Chega de enrolação! Exigimos respeito, rejeição e arquivamento imediatos do PLC 009/2020.

Assista, abaixo, vídeo  da diretora Camila Dalri chamando todos servidores à mobilização:


Matéria com atualização dia 30/09/2020 às 14h41

Deixe um comentário